Cada desculpa esfarrapada que daqui um tempo vão falar que o cachorro comeu o sentimento que existia. Tadinho do cachorro que nem amor reciproco queria comer.

 

“Para qualquer pessoa que já lhe disse que você não é bom… eles não são melhores.”
Hayley Williams.   

i   c a n t   d o   t h i s   w i t h o u t   y o u.

Ela tem ciúmes até de foto. Chora ouvindo sua música preferida e grita quando se assusta. É escandalosa, porém tímida, isso depende se está ou não perto dos seus amigos. Aliás, quando ela está com os amigos, perde a vergonha na cara e só faz “merda”. Sim, ela é “estranha”, mas pelo menos procura ser feliz. Ela tem uma risada alta e ao mesmo tempo uma voz suave. Faz careta do nada. Come pipoca, brigadeiro e sorvete sem culpa. Conversa sozinha, canta errado, dança como uma louca em casa, dá risada dos tombos, faz palhaçadas, conta piada velha e acha maior graça, conversa com os animais, briga com objetos quando esbarra neles. Sim, ela é louquinha, mas quem não é? E sabe uma coisa? Dane-se. Pessoas “perfeitas” são um saco.

Um dia você vai conhecer um garoto e querendo ou não ele irá descobrir tudo: como você mastiga, como você é péssima em contar piadas, como você é apaixonada por chocolate, até que ponto você pode ficar irritante numa TPM, o quão sensível você é, o quão preguiçosa você é, os seus gostos musicais mais bizarros, como você fica hiperativa quando começa um programa que você gosta, como você acha que está horrível em todas as fotos em que aparece… Ele saberá tudo sobre você. E quer saber, ele ainda vai te amar.

samhain-hallows:

sherlock-hannibal:

Gordon Ramsay doing the ALS Ice Bucket Challenge

This is the best one yet. Everyone else go home.l

Sou da época em que usar theme da beatriz-favato era ser foda. Da época em que quando o tumblr dava erro aparecia “We”ll be back shortly” e 3 mostrinhos verdes comendo CPU. Quando o Tumblr vivia em guerra com o Twitter e com o Orkut. Em que tumblrs de piadas eram mais legais do que de textos. De quando usavam gifs, na dash inteira, ate mesmo para posts de textos. De quando o tumblr parou de funcionar um dia inteiro. De quando fosse mudar o theme, você tinha que mudar tudo no html, não tinha nada para mexer no appearance. De quando teve a invasão dos seguidores fantasmas. Que fugir para as colinas, sempre foi o assunto da dash. De quando ser hackeado era super raro. E que ninguém criava nenhuma historinha para conseguir seguidores. De quando ninguém falava de ninguém. Que entravamos no tumblr apenas para ver os novos posts e não para ter seguidores. E postavamos apenas para compartilhar coisas novas que viamos e não para ganhar notes. Em que receber 10 asks era ser top. Em que ninguém postava fotos de si mesmo, porque isso não importava. Na epoca em que começamos a nos chamar de unicornios. De quando respeitar era uma ‘lei’ no tumblr. De quando existia mais smilers, beliebers, lovatics, e selenators, do que outros fãs, mas mesmo assim, todos se respeitavam, eram amigos. De quando todos tinham gostos diferentes, e não eram julgados por isso. Sou da época em que existia uma dash completamente diferente da atual. Em que todo mundo brigava por causa que tinha pessoas que tiravam o ‘blockquote’. De quando não existia o tal ‘photosed’, e que ninguém postava fotos de si mesmo usando roupas intimas. De quando existia posts pedindo para mandar asks, mas eramos ignorados. Quem tinha mais de mil seguidores, ja era considerado o que hoje consideram os que tem mais de 100 mil… “famosinhos”. De quando o Caca Prado e a namorada dele eram os casais mais fofos de todo o tumblr (não sei se eles terminaram… enfim… não tenho nada a ver com isso). Quando existia menos usuarios no tumblr do que agora. E eu tenho orgulho de dizer que sou da época em que as pessoas do tumblr se valorizavam.

essas pessoas que se acham melhores que os outros, pior raça.

“Sexo verbal não faz meu estilo, palavras são erros, e os erros são seus.”
Legião Urbana.     
“Gostaria que tivéssemos coragem de dizer mais.”
O Diário de Anne Frank.  

theme: zona